9 de setembro de 2012

*desabafo do dia

*se há coisa para a qual não tenho paciência nenhuma é para aturar testemunhas de Jeová. não tenho nada contra qualquer credo religioso nem respectivos membros, mas por amor da santa, deixem-me em paz!!! procurarei se quiser ou precisar..

*isto deve ser sina ou então tenho ar de quem precisa de ser salvo, já que sou - aliás, era, quando estava em Portugal - constantemente "assediada" por estas pessoas. desde que estou na Alemanha, os contactos na rua terminaram, mas agora vêm bater-me à porta e ainda por cima são portugueses e com panfletos em português.. não sei como é que me descobriram, mas a primeira vez que os vi, vieram direitinhos (por acaso estava à janela e reparei) tocar à minha campaínha, e nem sequer chatearam qualquer outro vizinho..

*hoje de manhã voltaram a atacar - sim hoje, a um domingo!!! não lhes liguei nenhuma. disse-lhes da primeira vez que não estava interessada, mas que se quisesse os contactaria no futuro. depois desta já voltaram mais duas vezes. já não lhes atendo a porta. sei que é rude, mas não tenho paciência para quem não me respeita.

10 comentários:

  1. Respostas
    1. *completamente!! e sem qualquer noção dos limites...

      Eliminar
  2. Oh ninguém merece...haja paciência xD *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *mesmo. mas confesso que, no que respeita a estes senhores, já começa a escassear..

      Eliminar
  3. Eu também costumo recusar-me a abrir a porta. É que não há pachorra. São mais que persistentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *e chatos!!!

      *e pior, não respeitam as outras pessoas, porque se o fizessem, não andariam a bater de porta em porta!

      Eliminar
  4. Ainda na 6ªf escrevi um texto sobre esta assunto no meu blog. Que irritação eles me fazem por causa destas abordagens. Irra que não respeitam ninguém...

    ResponderEliminar
  5. A Viagem com tudo incluido escreveu um post sobre este assunto na 6ª feira e eu fiz o comentário que agora passo a transcrever e que se aplica ao teu caso tal e qual.
    Aqui em casa , ao principio, aos Domingos era vê-los a tocar à campainha ainda antes das 10 da manhã!
    Uma vez passei-me dos carretos e respondi-lhes que Deus mandou descansar ao Domingo e que o que estavam a fazer era considerado trabalho, logo pecado e que à minha porta não fossem mais!
    Foi remédio santo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *lololol a ver se para a próxima tento essa abordagem!! eheh

      Eliminar