25 de janeiro de 2013

*as "variantes" do meu nome

*eu sei que estou no estrangeiro e sei que é difícil dizerem o nosso nome como se fossem nativos, mas será que podem, pelo menos, fazer um esforço?? sempre que conheço alguém, tenho sempre o mesmo problema: nunca ninguém consegue dizer o meu nome na perfeição - já estou habituada! -, mas fico frustrada quando os alemães nem sequer tentam: os estrangeiros, como eu, sempre tentam, mas coitados, nunca lá chegam; já os alemães não querem saber, ouvem como digo, soletro para saberem como se escreve e depois cada um diz à sua maneira - é que nem sequer é sempre igual...

*e como é que eu me chamo, devem vocês estar a perguntar-se. pois bem, nada mais simples que Raquel. e como é que eles o dizem?? bom, vou tentar exemplificar (façam lá o esforço por perceber): ráquehl, rácúel, ráqvel, ráquel. deu para perceber?? bem que tento que digam da forma mais parecida possível, mas chega a um ponto que desisto - é demasiado frustrante!!

4 comentários:

  1. Ahahahah eu passo isso é em Portugal! Eu digo Karina e perguntam-me "Cááááárina? Catarina?" Então o apelido é para esquecer. Aqui digo o meu norme e percebem à primeira :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *lolol já tive alguns chatisses com pessoas que se chamam Carina e Marisa. eu não acentuo o "a" e já recebi respostas bem tortas a dizer que é com acento..

      Eliminar
  2. Opá eles não acertam nenhuma, deve ser mesmo frustrante. Nem acho o nome Raquel tão difícil assim. É um nome que gosto muito :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *não acertam de todo. e o pior nem é a terminação: bem ou mal acabam por dizer com alguma facilidade. o pior é a primeira sílaba: não conseguem dizer "ra" sem acentuar o "a". incrível.. parece que nunca ouviram o som na vida...

      Eliminar