28 de fevereiro de 2013

*cartas, búzios e outros que tais


*confesso que sou daquelas pessoas que, quando pega numa qualquer revista ou jornal, vai ler o seu signo, apesar de não acreditar em patavina do que lá vem escrito. não sei porque leio, talvez para "saber o que os astros me reservam" ou talvez para dar umas boas risadas.. 

*enquanto estou de volta do computador, liguei a tv e na sic deparei-me com  "Cartas da Maya - O Dilema" - é o que faz ter uma vida desocupada.. resolvi deixar e perder tempo a ver o programa. e para não variar, apenas de  me dá vontade de rir, não pelas perguntas que são feitas ou as crises que afectam a vida de quem liga, mas com a convicção com que a Maya fala e os conselhos que dá. o que faz alguém ligar para o programa ou recorrer a cartomantes e afins e acreditar no que é dito?? confesso que não percebo.

*também não percebo qual o interesse em querer "saber" o que o futuro nos reserva. então mas temos a nossa vida já previamente determinada ou somos senhores do nosso futuro?? quanto a mim prefiro acreditar que somos nós que escrevemos a nossa própria história, caso contrário não passamos de meros fantoches e a nossa existência não faz qualquer sentido.

*bom diaaa


*a minha filha rola e rebola dentro de mim. também gosta de dar uns pontapés, se bem que até nem é aquilo que mais aprecia - felizmente para mim!! prefere deixar-me a barriga aos altos e baixos e com um aspecto um pouco estranho.. apesar de nem sempre ser muito confortável, não posso deixar de dizer que é uma sensação FABULOSA e FANTÁSTICA!!! =)

*tenham um óptimo dia!!

27 de fevereiro de 2013

*internet

*estou a dar em doida com a internet cá de casa. não é novidade que volta e meia a coisa dá de si, mas ultimamente tem sido demais.

*a nossa ligação é DSL - sim DSL.. acreditem ou não, mas só à pouco tempo passou a haver outra, mas como estamos presos ao contrato até ao fim de Agosto, não nos resta outra solução que aguentar - e nunca funcionou verdadeiramente bem. volta e meia ficamos sem ligação, mas nos últimos tempos todos os dias a coisa vai  abaixo mais do que é costume. então se se estiver na net e ao telefone ao mesmo tempo é do pior: nem se fala, nem se navega, nada.. grrr...

*felizmente daqui a uns meses vamos embora e eu espero que no novo local já se possa ter uma ligação de jeito.. acho que não aguento muito mais esta porcaria de serviço..

*where???


*é assim que me sinto hoje; não por causa de bolachas e bolachinhas, mas por causa de chocolates. e o pior é que eu sei onde eles estão. e onde??? no meu estômago!! eu até nem sou muito de comer doces, mas há dias em que não me apetece outra coisa. e hoje é um desses dias.. acabei com a caixa de After Eight que havia cá em casa e agora não há nada doce que me satisfaça..

*podem dizer que são desejos de grávida, mas asseguro-vos que não. não tenho disso e começo a achar que é apenas uma desculpa para comerem o que querem sem que alguém lhes diga que não podem ou não devem, pois não vá o diabo tecê-las e "a criança nascer de boca aberta"!!! balelas...

*bom dia

 

*o dia acordou farrusco. não que seja uma novidade, mas há algum tempo que não estava tão feio. apesar do frio e ora chuva ora neve que se fazem sentir, o certo é que o céu tem estado relativamente limpo. hoje não. hoje está escuro, feio e não dá vontade de fazer nada..

*estou por casa agora. já não vou mais às aulas de alemão. não que não precise, longe disso, mas para já vou dedicar-me a mim e aos últimos tempos de gravidez. afinal, já não falta tudo..

*hoje o maridaço não vem dormir a casa. a empresa inventou um qualquer workshop num hotel de uma terriola aqui perto e vão ficar todos a dormir por lá. confesso que não acho piada nenhuma. se a coisa é durante o horário de trabalho - porque não querem pagar horas extraordinárias!! -, bem que deviam depois ir dormir a casa. mas enfim, como o chefe, que é de Munique (fica só a cerca de 500 Km daqui), deve estar farto de passar os serões sozinho, resolveu levá-los a todos e ter companhia durante uma noite..

26 de fevereiro de 2013

*novidades

*tenho andado longe do blog e da blogosfera em geral. não só a falta de vontade tomou conta de mim, como tive os meus pais e avô aqui em casa de visita, o que claro fez com que continuasse longe deste mundinho.. também tenho andado bastante cansada e com o humor muito alterado confesso, além de que ter partido o écran do meu telefone (iPhone) não veio ajudar em nada - aparentemente a maré de azar continua por estas bandas.

*nestes últimos tempos temos também andado a preparar a chegada da nossa filhota: já tem berço, cómoda, roupa toda arrumada, banheira e afins, carrinho, ovo e alcofa e outras coisas que aparentemente são necessárias.. já só falta mesmo ela!!

*como se não bastasse todas as preocupações e os preparativos com o nascimento da nossa filhota, também nestas últimas semanas ficamos a saber definitivamente que vamos mudar de cidade. vamos continuar pela Alemanha, mas desta vez em Düsseldorf. o maridaço recebeu uma proposta aliciante e em finais de Maio lá vamos nós. portanto, basicamente a criança nasce (as 40 semanas terminam no início de Maio) e umas semanas depois temos uma mudança para fazer.. aiii.. já fiz uma lista com tudo o que temos para fazer e só de pensar nisso fico com os cabelos em pé..

8 de fevereiro de 2013

*cérebro de grávida


*tenho andado tarolhoca de todo e com mudanças incrivéis de humor. 

*ontem, à hora de almoço, sem que perceba porquê, fiquei com um humor do pior, tudo me chateava e só me apetecia chorar. coisas de grávida, só pode, que, apesar de não ser a pessoa com o melhor feitio do mundo, também não sou assim..

*hoje não foi o humor que me atacou. não, foi mesmo o cérebro de ervilha que neste momento tenho. lembram-se de ter dito que tinha perdido o pass? pois é, depois do pass foi a vez de um par de luvas - não tenho sequer ideia de quando foi a última vez que as vi ou que as usei, e atenção que eu ando todos os dias de luvas - e hoje foi um belo de um chapéu (não de chuva; mesmo daqueles que andam enfiados na nossa cabeça), e só quatro horas depois é que me apercebi que já não o tinha. onde ficou? no autocarro pois então.. eu que não sou de perder coisas, e fico doente quando isso acontece, ultimamente não faço eu outra coisa!! não percebo..

*como se não bastassem as mudanças de humor e a minha nova tendência para perder objectos, eis que faço coisas completamente disparatadas.. tais como?? por exemplo, um dia de manhã, depois de ter tomado o pequeno-almoço, fui arrumar as coisas para sair e quando dou por mim estou a enfiar um pacote de manteiga, que tinha estado a utilizar, dentro da mala...

*enfim, diz que é cérebro de grávida. já fui pesquisar sobre o assunto e aparentemente não sou a única com ataques de loucura.. bom, agora é esperar que a criança nasça e esperar que volte tudo ao normal.

6 de fevereiro de 2013

*eu sabia que não batiam bem da tola, mas tanto??

*acabei de ler uma notícia que me deixou de boca aberta.. que os alemães são seres estranhos e que vivem naquele mundinho esquisito deles é certo e toda a gente sabe, mas nunca pensei que batessem tão mal da tola..

*ora, então a dita notícia (que podem ver aqui - tem foto do senhor e da sua Cissy e tudo!!) reza assim:

"A Alemanha aprovou nesta segunda-feira (4), uma curiosa lei que proíbe zoofilia no país, após polêmicas a respeito do tema ao longo do ano passado. Entretanto, apesar da multa, estimada em quase 25 mil euros, diversas pessoas protestaram em frente à Câmara de Berlim contra a decisão.

Representante do grupo zoófilo Zeta (Engajamento Zoófilo para a Tolerância e a Informação, na sigla em alemão), Michael Kiok afirmou que pretende recorrer à Justiça para anular a decisão.

Bibliotecário de Munique, Kiok mantém relações sexuais com Cissy, sua cachorra da raça pastor alemão, há pelo menos sete anos. “Nos sentimos como criminosos. Isto é tudo por causa dos fanáticos defensores dos direitos animais que pensam que nós magoamos os nossos companheiros”, disse, de acordo com o jornal “El País”.

Após um levantamento, o governo alemão afirma que cerca de 500 mil animais são mortos por ano, pouco depois de passarem por abusos sexuais. Os manifestantes de Berlim apresentavam cartazes com dizeres “amamos os animais”, “condenamos qualquer tipo de violência que possa causar sofrimento e nos machuca a alma ver animais sofrerem”.

Kiok, que já foi casado e diz ter percebido seu desejo por animais aos 15 anos, deixou claro que deverá recorrer à Suprema Corte da Alemanha para reverter a decisão. De acordo com o membro do Zeta, cerca de 100 mil alemães praticam zoofilia pelo país. “É mais fácil compreender os animais do que uma mulher, por exemplo”, encerrou o bibliotecário
." 

*que a prática de zoofilia ocorre em todo o lado toda a gente sabe. infelizmente, mesmo com leis que proibam esta prática, o facto é que tal  nunca irá acabar, já que não é possível efectivamente verificar o que se passa na vida privada de cada um. para mim isto é completamente repugnante, deixa-me em estado de choque e não consigo ter outra opinião que não seja a de que estas pessoas sofrem de uma patologia grave e que deviam ser sujeitas a tratamento psiquiátrico. mas que exista um grupo zoófilo confesso que me deixa sem palavras.. a sério, um grupo??? eles estão organizados??? é quase a mesma coisa que dizerem que existe um grupo de violadores.. esta gente é ainda mais doente do que eu pensava..

*dizem que amam os animais e que sofrem quando vêem os animais a sofrer. serei só eu a ver aqui uma contradição?? então o que raio fazem eles quando têm relações sexuais com os animais?? 

4 de fevereiro de 2013

*raios parta a nacionalidade

*ora pois bem, estando grávida e nascendo a minha filha neste fim do mundo, coloca-se a questão da nacionalidade a atribuir à garota.. e não é que a coisa é mais difícil do que se pensava?? pensávamos nós que bastava ir ao registo e escolher ou a nacionalidade portuguesa (porque ambos somos portugueses), ou a alemã (porque ela nasce cá) ou dupla. mas nada disso...

*depois de me ter queixado à Embaixada, como referi no post anterior (ou aqui), lá me respondeu o Consulado a algumas das minhas questões. e o que disseram eles?? vamos por pontos:
  • para ela ter nacionalidade alemã é necessário ir averiguar junto da Câmara Municipal (Einwohnermeldeamt) se ela preenche os requisitos necessários segundo a lei alemã. na internet diz que, desde 2000, uma criança filha de pais estrangeiros nascida na Alemanha tem direito a ser alemã se pelo menos um dos progenitores cumprir determinados requisitos legais. e que requisitos são esses?? exacto, também gostaria de saber.. lá vou ter que ir mesmo à Einwohnermeldeamt para saber..
  • para ela ter também ou só a nacionalidade portuguesa é necessário irmos (eu e o pai) ao Consulado com a certidão de nascimento internacional, obtida no Registo Civil (Standesamt), para fazer o registo.
*cumprindo nós os requisitos, podemos escolher entre ser portuguesa, alemã ou luso-germânica, sendo certo que caso optemos pela 3ª hipótese, entre o seu 18º e 23º aniversário terá que optar por uma, portanto acaba por não haver qualquer vantagem em ter dupla nacionalidade.

*já falei com o maridaço e acho que vamos mesmo optar só por ser portuguesa. é mais fácil para nós, apesar de termos que nos deslocar, percebemos tudo o que nos é dito, ser alemão ou tuga, neste momento e enquanto nos mantivermos na UE, é a mesma coisa e, como ele diz e bem, "espero que ela não chegue a assimilar a língua e a cultura alemã - é sinal de que já não estamos cá"!!

1 de fevereiro de 2013

*há coisas que irritam

*a falta de respeito é das coisas que mais detesto nas pessoas. por mim podem dizer asneiredo à vontade, ser broncos e outras coisas que tais, mas agora serem mal educados é que não.

*eu até nem sou muito de fazer reclamações. é uma chatisse, perde-se tempo e acabamos por ficar irritados com o assunto, mas hoje lá tive que me queixar.

*já por duas vezes mandei um e-mail, com pedido de informações e afins, ao Consulado Geral de Düsseldorf, ao qual pertenço desde que encerrou o Vice-Consulado de Osnabrück, e fui ignorada em ambas as vezes. se na primeira a questão colocada até nem era verdadeiramente muito importante, já da segunda a coisa pia de outra maneira. então, hoje, irritada com a falta de respeito, fiz uma reclamação junto da Embaixada de Portugal em Berlin e pedi que me respondessem ao que me interessa. não gostei de o fazer, não, mas se não nos mexermos isto também nunca muda...