27 de março de 2015

Germanwings II

Cada vez se tonam mais mórbidos os factos à volta da queda do avião da Germanwings. Afinal foi o co-piloto que decidiu pôr termo à própria vida levando consigo 149 pessoas inocentes. Honestamente preferia que a causa recaísse sobre uma falha técnica qualquer, porque isto de saber que colocamos as nossas vidas nas mãos de outros e esses outros podem não estar psicologicamente bem e decidir atirar-nos a todos para o abismo deixa-me completamente fora de mim.

Eu sei que somos apenas humanos e, como humanos que somos, não somos de todo perfeitos e estamos sujeitos a tudo, inclusive a actos de loucura. Mas uma coisa é estarmos doentes - que aparentemente era o caso dele -, outra é decidir matar outras pessoas.

Segundo as últimas notícias, o homem estava com uma depressão profunda e andava a receber tratamento psiquiátrico. Facto que escondia ao empregador. Mas que tipo de pessoa é esta? Escondeu porquê? Estava à espera de uma oportunidade de estar sozinho e espetar um avião contra qualquer coisa para ter a certeza de que morria? Não percebo, juro que não percebo e tudo isto me deixa revoltada. Não era mais fácil ir para uma ponte a atirar-se para a frente de um comboio? Ainda há coisa de 2 semanas foi o que um fez aqui em Düsseldorf. Lixou a vida a uma data de gente que ia  e/ou queria apanhar aquele comboio, mas pelo menos só se matou a ele.

Confesso que ando completamente transtornada com este caso. Como vivo no estrangeiro, viajo regularmente a Portugal - vou de avião, claro, que isto de fazer viagens grandes de carro é uma canseira. E ontem comprámos a viagem para irmos no verão. Confesso que a vontade de a comprar não foi muita, principalmente quando sei que a causa da queda foi a que foi. Sei lá se o piloto e/ou co-piloto do avião que me leva e traz não faz o mesmo... Tento não pensar muito nisso porque a vida continua e não há efectivamente nada que possamos fazer - porque, a bem da verdade, basta andarmos na estrada para nos acontecer alguma coisa e se não for por nossa culpa é por culpa de qualquer outro.

Sem comentários:

Enviar um comentário