16 de junho de 2015

No lixo


Ontem à noite, a M. decidiu pegar na chupeta e pô-la no lixo. Achei estranho, já que ela a pede sempre que vai dormir, mas lá lhe dei uma e expliquei que se aquela fosse para o lixo depois não a podíamos ir buscar e que não tinha mais nenhuma.

Na hora de ir para a cama, pede a chupeta. Lá explicamos que está no lixo, onde ela a deixou, que não a podemos ir buscar, que não há mais nenhuma em casa, etc etc. E pronto, parece que o céu veio abaixo!! Chorou, chorou, chorou, mas mantive-me firme e, ao fim de muito tempo e muito mimo, lá acabou por passar a noite sem ela. Bem que acordou algumas vezes a chorar e a pedi-la, mas resolvi que havia de aproveitar a oportunidade para a tirar de vez, apesar de ter várias em casa e de ser mais fácil dar-he uma em vez de passar metade da noite em branco. Mas enfim, não há milagres e já sabia que mais dia menos dia haveria de passar por isto, por isso mais vale ser já do que andar a protelar a coisa mais tempo.

Agora está na ama. Contei-lhe o que se tinha passado ontem à noite e dei-lhe instruções para não lhe dar a chupeta quando for fazer a sesta. Estou curiosa para ver como vai correr. É mais que certo que vai fazer birra, mas espero que ela (a ama) consiga aguentar e não lhe a dê. Não gosto de ver a minha filha a chorar, mas neste caso é um "mal" que vem por bem.

Sem comentários:

Enviar um comentário