8 de setembro de 2015

Turbulência emocional

Estes últimos dias têm sido emocionalmente turbulentos por causa de toda a polémica em volta dos refugiados. Sou a favor de os receber, não o escondo; tratam-se de outros seres humanos a tentar fugir de uma guerra. Mas ao mesmo tempo tenho muito medo que, no meio daqueles que efectivamente buscam ajuda, paz e alívio, venham tantos outros acabar com a paz em que vivemos. Afinal a maioria é muçulmana e, queiramos ou não, extremistas há em todo o lado, mas o pior é quando se juntam muitos. Toda a gente sabe que eles pretendem acabar com o cristianismo e dar cabo da cultura ocidental. E o que vamos nós fazer se no meio desta gente toda vier esse tipo de gente? O que fazer se/quando eles decidirem impor as suas regras a todos nós? 

Ando inquieta, muito inquieta mesmo. Por mim, pelo meu marido e principalmente pela minha filha. Vivo no país que está a acolher mais refugiados e na cidade onde vivo já cá estão mais de 2000. Até ver, e tanto quanto se sabe, tudo tem corrido bem. Mas e se...

Sem comentários:

Enviar um comentário